A inserção no mercado de trabalho inicia hoje

A inserção no mercado de trabalho inicia hoje

A inserção no mercado de trabalho inicia hoje - Empregabilidade na Wyden

Ao longo da graduação, muitas atividades rodeiam um aluno comprometido com os estudos, como as aulas teóricas, práticas, monitorias, pesquisas de iniciação cientifica, curso de língua estrangeira, projetos sociais, estágios obrigatórios e remunerados, e outras ações.

Em meio a tantas atividades acadêmicas, geralmente, os estudantes esquecem aspectos que são relevantes para encarar os desafios do mercado de trabalho, os quais vão além dos conhecimentos teóricos específicos ao curso de ensino superior. Essas informações importantes estão relacionadas a aspectos como elaboração de um currículo profissional atrativo, orientações sobre um processo seletivo e situações que podem ser experienciadas por meio de estágios.

Nesse sentido, após a formação acadêmica, vários fatores são relevantes para a inserção do recém-formado no mercado de trabalho. Um dos pontos centrais, é o autoconhecimento que visa, dentro de uma ampla possibilidade, direcionar o egresso a atuar em uma área especifica da sua profissão. Assim, é primordial que, durante a Graduação, o aluno explore, de forma teórica e prática, as áreas do seu curso, objetivando compreender como se dá a atuação do profissional na respectiva área e se perceber trabalhando nela, colaborando, dessa forma, para planejar seu futuro.

Um dos meios plausíveis para buscar o autoconhecimento alinhado com os objetivos profissionais – a curto, médio e longo prazo – é o planejamento de carreira. Quando se tem tal planejamento, o aluno foca nos seus objetivos, realizando atividades durante a Graduação focado no seu alvo após a formação.

Após a formação acadêmica, um outro ponto a ser ressaltado é saber elaborar o seu currículo profissional, pois, apesar de ser recém-formado e de não ter experiências de trabalho na profissão, há como colocar dados relevantes de atividades realizadas durante a Graduação que estão relacionadas ao cargo pretendido. O currículo é considerado pelos recrutadores um cartão de visitas e, por meio dele, o candidato pode ou não ser selecionado para participar do processo seletivo.

A entrevista, é uma outra etapa do processo de seleção que também precisa de uma preparação e o autoconhecimento, como mencionado anteriormente, é a base para uma entrevista segura, objetiva e satisfatória para que o candidato possa prosseguir e alcançar as etapas consequentes ou, até mesmo, a vaga de emprego.

Diante de todo o exposto, percebe-se que a preparação do candidato para a inserção no mercado de trabalho ocorre, ainda, no decorrer do curso de ensino superior. Dado isso, ressalta-se, então, a importância de, paralelamente à dedicação no estudo teórico e prático dos conhecimentos específicos da Graduação, o aluno deve adquirir conhecimentos extras relacionados ao competitivo mercado de trabalho.

Úrsula Franco
Designer de Carreira
Facid | Wyden

Relacionadas

Empregabilidade: direcione seu currículo para o sucesso
Empregabilidade e carreira no Brasil