Centro de Conciliação de Imperatriz fez 500 mil em acordos no mês de Junho

Centro de Conciliação de Imperatriz fez 500 mil em acordos

O 2º Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania – CEJUSC –  de Imperatriz, sediado nas dependências da faculdade Facimp Wyden, e que recebe as audiências das varas cíveis e de família de Imperatriz, sob coordenação da Dra. Ana Beatriz Jorge de Carvalho Maia, realizou 363 audiências no mês de junho e o valor em acordos foi de R$ 541.925,53.

São realizadas no Centro de Conciliação audiências pré-processuais e processuais objetivando a resolução adequada de conflitos, seja cível ou de família. As audiências são feitas por conciliadores/mediadores formados pela Escola Superior de Magistratura - ESMAM, capacitados para auxiliarem as partes a chegarem a um consenso.

Para o segundo semestre é esperado um volume ainda maior de acordo, pois a expectativa é que haja um aumento na quantidade de audiência, com a formação de mais conciliadores/mediadores, que são igualmente divididos entre servidores e alunos do curso de Direito da Facimp Wyden.

“Queremos mostrar à sociedade de Imperatriz que a conciliação é a melhor forma de resolver conflitos e a consequência positiva disso reflete até no comércio, pois esse valor hoje está circulando no mercado e não mais parado em processos morosos”, argumenta Aristeu Ferreira Guimarães, supervisor do 2º CEJUSC Imperatriz.

A juíza coordenadora Ana Beatriz Jorge de Carvalho Maia comentou que, apesar de contarem apenas com um servidor e os conciliadores voluntários, não tem faltado esforços em levar à comunidade de Imperatriz os conceitos e as noções de mediação através de palestras em escolas, universidades e OAB.

Parcerias

Será lançado através do CEJUSC, no próximo dia 09, o projeto ‘Selo Amigo da Justiça’, que tem como parceiro a Unimed, e prevê reuniões para também agregar a Prefeitura de Imperatriz. O projeto pretende firmar uma parceria com a Defensoria Pública, objetivando uma comunhão entre os órgãos em busca da melhor forma de resolver os conflitos na cidade.

Relacionadas