Faculdade Martha Falcão Wyden recebe segunda edição do projeto ‘Rede Lab’

A Faculdade Martha Falcão Wyden recebeu, nesta segunda-feira (15), a segunda edição projeto Rede Lab, do Grupo Rede Amazônica. O objetivo do Laboratório de ideias é reunir jovens e adultos para atividades de colaborativas e desenvolvimento de projetos em parceria com as diversas áreas do Grupo. Estudantes de diversas áreas da instituição se reuniram no auditório Nelson Falcão para conhecer a proposta e participar da ação.

O evento contou com a presença do diretor de Jornalismo do Grupo Rede Amazônica, Luís Augusto Píres Batista. Ele destacou a importância de incentivar a inovação no jornalismo. “O nosso modelo de negócio está passando por uma profunda transformação e nós não vamos conseguir acompanhar essa mudança global que está acontecendo, se a gente não buscar as melhores cabeças para ajudar nesse processo de inovação”, disse.

Acadêmicos de Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Contabilidade e Engenharia estiveram presentes no evento. A organizadora do ‘Projeto Lab’, Amanda Castro, salientou a importância de o projeto ser aberto para todos os cursos. “na primeira edição, as melhores ideias partiram duas alunas, uma do curso de administração e outra de odontologia, então, o projeto é aberto para todas as áreas justamente porque todos estão integrados”, disse.

O aluno Jefferson Oliveira, do 7º período do curso de jornalismo, acredita que o projeto abre caminho para os estudantes aplicarem o que aprenderam em sala. “Para nós, estudantes, é importante esse projeto porque trazemos para cá a experiência acadêmica e, também, todas as nossas ideias e sugestões para melhorar o que é produzido no Amazonas”, destacou.

Três alunos da instituição foram selecionados, após sorteio, para participar da próxima fase do projeto Rede Lab. Vínicius Antunes (acadêmico de jornalismo, 7º período), Caleando Aguiar e Narrayana Araújo (ambos acadêmicos de Publicidade e Propaganda, 1º período).

Processo de seleção

Durante o evento, alunos da Faculdade Martha Falcão Wyden responderam a pergunta: qual jornalismo queremos para o amanhã? As respostas serão analisadas por uma equipe e posteriormente selecionadas. Amanda Castro revelou que não existe um critério para eleger as respostas.

“A ideia mesmo é só receber (as respostas). A gente não tem um critério muito alto. Nós queremos saber o que a pessoa quer buscar de notícia, de comunicação, como que ela vê hoje essas situações”, ponderou.

Após essa seleção, os participantes vão passar por outros critérios de avaliação até chegar ao processo final das escolhas. A expectativa, segundo Luís Eduardo Píres Batista, é a melhor possível. “Nós, dos veículos de comunicação, temos que estar próximos do meio acadêmico”, destacou.

Como participar

Qualquer pessoa acima de 18 anos, de qualquer área de conhecimento, pode participar do projeto. Para se inscrever, basta enviar um texto, apresentação ou vídeo (de no máximo 3 minutos) sobre o tema "qual jornalismo queremos para o amanhã?" para o email redelab@redeamazonica.com.br até o dia 30 de abril.