Corona Vírus - Prevenção dentro e fora da sala de aula

Nas últimas semanas, o mundo tem acompanhado o avanço do novo coronavírus. Com sintomas similares ao de um resfriado, como febre, tosse e falta de ar, a infecção causada pelo novo vírus ainda não tem um tratamento específico, porém, algumas orientações da Organização Mundial da Saúde podem contribuir com a prevenção e a não proliferação da doença. Fique atento aos cuidados durante o seu dia a dia em ambientes dentro e fora da sua instituição.  

 

O que é coronavírus (COVID-19)?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (SARS-CoV-2) foi descoberto em 31/12/19, após casos registrados na China.

 

Como o coronavírus é transmitido?

A disseminação é de pessoa para pessoa, ou seja, a contaminação acontece por gotículas respiratórias ou contato. Qualquer pessoa que tenha contato próximo (cerca de 1m) com alguém com sintomas respiratórios está em risco de ser exposta à infecção.

 

Quais são os sintomas do coronavírus?

Os sinais e sintomas do coronavírus são principalmente respiratórios, semelhantes a um resfriado. Podem, também, causar infecção do trato respiratório inferior, como as pneumonias.

Os principais são sintomas conhecidos até o momento são:

  • Febre;
  • Tosse;
  • Dificuldade para respirar.

 

Como prevenir o coronavírus?

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes;
  • Ficar em casa quando estiver doente;
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar o lenço no lixo;
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

Assim que os primeiros sintomas surgirem, é fundamental procurar ajuda médica imediata para confirmar diagnóstico e iniciar o tratamento mesmo fora do país. Aqueles que estiveram fora do país, nos últimos dias, e apresentarem os sintomas descritos acima, devem procurar atendimento médico imediatamente e informar detalhadamente o histórico de viagem.

Fonte: Ministério da Saúde

 

Relacionadas