Curso de Psicologia debate temas atuais

No início do mês de novembro foi finalizado o VII Simpósio Científico-Cultural de Estudos e Práticas em Psicologia, que teve o tema “Referências, resistências e teorias das Psicologias” e ocorreu juntamente com a IX Semana Acadêmica de Psicologia do Unifanor | Wyden. O grande evento reflete um trabalho entre estudantes (representados pelo Coepsi – Coletivo de Estudantes do Curso de Psicologia Unifanor|Wyden) e professores do curso.

Debates acerca de  temas e questões importantes na sociedade como o papel da psicologia nos dias atuais, as ampliações das práticas psicológicas, a relevância da Psicologia na Saúde e a necessidade de uma prática profissional reflexiva e crítica foram alguns dos assuntos que estiveram em destaque no VII Simpósio Científico-Cultural de Estudos e Práticas em Psicologia e IX Semana Acadêmica de Psicologia do Unifanor | Wyden, que aconteceu entre os dias 28 de outubro e 1º de novembro, nos dois campi (Bezerra de Menezes e Dunas). Uma novidade esse ano, no evento, foi a homenagem às aves da caatinga. Os debates foram representados por “ninhos”, que acolheram as reflexões e diálogos acerca dos temas propostos.

"O Simpósio/Semana de Psicologia é sempre um momento único, mas esse em especial foi muito significativo para mim, porque pude participar da construção de todo o evento o que em muito me agregou. Além de todo o conhecimento que um evento como esse proporciona, pude desenvolver habilidades que nem mesmo sabia que tinha;  conheci de perto profissionais de renome ao quais sempre tive enorme admiração, entre muitas outras coisas. Foi realmente um momento singular que levarei para a vida.” Luana Bandeira, estudante de Psicologia  do Unifanor | Wyden.

“Esse evento foi uma grande celebração entre alunos, professores, e profissionais de Psicologia graduados pelo UniFanor | Wyden. Foi um momento muito significativo para trocas, reflexões e diálogos acerca de saberes tão necessários para os dias atuais. Tivemos momentos de ricos aprendizados ao longo desses dias”, afirma o coordenador do curso de Psicologia, Márcio Gondim.

"A Semana de Psicologia foi uma oportunidade de conhecer e discutir questões de extrema importância para nós profissionais da psicologia que nem sempre temos espaço ou tempo de discutir em sala de aula. Foi uma experiência riquíssima, com excelentes convidados e maravilhosas mesas, minicursos, oficinas e palestras." Olívia do Vale, Professora do curso de Psicologia do UniFanor | Wyden.

De acordo com o coordenador do curso, o momento também marca os 10 anos do curso de Psicologia na UniFanor | Wyden no Ceará. Para celebrar o momento, houve o lançamento do livro “Estudos e práticas em psicologia: alguns processos terapêuticos e interventivos”, com prefácio da Profa. Dra. Fátima Severiano, da Universidade Federal do Ceará. O evento ocorreu na solenidade de abertura. Na ocasião, os egressos do curso, que são autores dos capítulos, juntamente com professores, fizeram apresentação da obra que festeja a primeira década de existência do curso. Na solenidade de encerramento, houve um criativo debate interdisciplinar sobre os filmes “Coringa” e “Bacurau”. A Pró-Reitora Cristiane Andrade esteve nesse momento, compartilhando com os presentes a relevância do evento.

“Considero a Semana de Psicologia muito importante para expandir horizontes. Nessa semana o que mais me marcou foi a relação que as mesas (“ninhos”) e oficinas tiveram com a cultura e arte, de forma a facilitar a percepção de como essas se entrelaçam com a psicologia, para intervenções e mudança social." Daniel Carvalho, estudante de Psicologia do UniFanor | Wyden.

“Sou grata à Semana de psicologia do Unifanor|Wyden que me proporcionou ricos aprendizados e conhecimentos . Quero agradecer aos colegas estudantes e professores, que me possibilitaram aprender mais sobre temas importantes para a Psicologia, como  sexualidade e gênero.” Égila Batista , estudante de Psicologia UniFanor|Wyden.

"Uma das coisas mais interessantes em eventos como a Semana de Psicologia são as experiências e os aprendizados que nos permitem crescer e rever trajetórias. Afinal não queremos e não devemos querer ser os mesmos ao longo de toda uma vida.” Márcia Duarte,  Professora do curso de Psicologia do UniFanor | Wyden.

 

Relacionadas