FBV é reconhecida como Centro Universitário pelo MEC

No dia 20 de dezembro, o MEC publicou a portaria que transforma a Faculdade Boa Viagem (FBV) em Centro Universitário. A nova designação chega após um processo de avaliação criteriosa, que comprovou a qualidade acadêmica da instituição e lhe concedeu a nota máxima (5). Agora, os 47 cursos ofertados no Recife fazem parte do Centro Universitário UniFBV.

O Centro Universitário UniFBV conta, atualmente, com mais de cinco mil alunos e gera mais de 400 empregos diretos, entre professores na graduação, pós-graduação, cursos tecnológicos e profissionais administrativos. Os cursos ofertados pela instituição possuem elevados padrões acadêmicos, conquistando posições de destaque em avaliações como o Enade e o IGC, divulgados pelo Ministério da Educação, além do Guia do Estudante e do Ranking Universitário da Folha (RUF).

“O título de Centro Universitário é um voto de confiança que o MEC nos dá, após atestada a nossa qualidade acadêmica e os excelentes resultados que conquistamos ao longo dos anos”, comenta Hubert Soares, diretor do UniFBV, que também comanda a Faculdade FBV, em João Pessoa, na Paraíba. “Percebemos que os paraibanos têm uma forte identificação com a marca FBV, que para eles é sinônimo de educação internacional de qualidade”, explica.

Além do título de Centro Universitário, o UniFBV comemora ainda a expansão do seu campus, localizado na Imbiribeira, que irá dobrar de tamanho e já estará em pleno funcionamento em 2018. “Estamos fazendo um aporte de R$35 milhões na expansão e modernização do campus do UniFBV para receber nossos novos cursos, entre eles o de Odontologia, que está sendo preparado para ser um dos melhores do estado. Investimos em novos equipamentos e laboratórios de última geração, salas padronizadas e pensadas para oferecer aos alunos a melhor experiência de aula. Além de áreas comuns, como um novo auditório e espaços para convivência entre docentes e discentes”, completa Hubert Soares.

Segundo o diretor, esse investimento vultuoso comprova a confiança que a Adtalem Educacional do Brasil tem no Nordeste e no retorno do ritmo de crescimento da economia de Pernambuco e do Recife nos próximos anos.

Saiba mais – como Centro Universitário, a instituição conquista autonomia para criar, ampliar e extinguir, em sua sede, cursos e programas de ensino superior. Para se transformar em Centro Universitário, o MEC leva em consideração os seguintes critérios: ter pelo menos oito cursos reconhecidos; oferecer opções em todas as áreas de ensino (Exatas, Jurídicas, Ciências Saúde e Ciências Sociais); ter avaliações com notas entre 4 e 5; possuir em seu corpo acadêmico mestres e doutores e oferecer aos seus alunos iniciação científica e extensão à comunidade.

Relacionadas

alunos produzem campanha