Descarte Irregular de Máscara

Descarte Irregular de Máscara

É de nosso conhecimento que ainda não há um tratamento específico e nem uma vacina para o Coronavírus, porém uma das medidas preventivas tem sido o uso obrigatório de máscaras caseiras ou descartáveis, a Profª Rosana Siqueira, do curso de Biomedicina do UniMetrocamp | Wyden, aborda este assunto.

Como não há um tratamento específico e nem uma vacina para o Coronavirus, uma das medidas preventivas tem sido o uso obrigatório de máscara caseira ou descartável. No entanto o descarte da máscara deve ser de forma correta ou seja, de preferência que seja lavada e higienizada primeiro, ou seja, lavar bem com água e sabão e deixar de molho pelo menos 30 minutos em solução de água sanitária, após isso o ideal é colocar a máscara em saco plástico (preferência 2 sacos para evitar rasgar), amarrar bem e só então descartar e se for de uma pessoa com covid-19 o ideal é marcar no saco plástico essa informação e só então colocar no lixo, de preferência separado do restante do lixo.

Nunca deve jogar uma máscara na rua, principalmente se estiver com covid-19, pois pode colocar a vida de outra pessoa em perigo, pois outra pessoa pode pegar essa máscara para usar, ou outra pessoa pode tocar nessa máscara ao tentar descartar em um local apropriado.

Ainda temos crianças que podem achar curioso ver uma máscara no chão e pegarem para brincar e até mesmo tentarem usar.

Temos ainda os Garis que podem também se contaminar.

Sem contar que máscara na rua assim como qualquer outro lixo irão contribuir para a contaminação do meio ambiente.

O ideal seria a cidade ter descarte biológico espalhado pela cidade igual aos que tem em hospitais e laboratórios, para que a população pudesse fazer o descarte da máscara.

Quem sabe a reportagem contribui para chamar atenção das autoridades competentes, uma vez que com a chegada dessa pandemia ou seja do Coronavirus tudo tem sido uma adaptação.

Fonte:  TVB Record Campinas /  Professora Rosana Siqueira

 

Conheça Nosso Curso de Biomedicina