Imposto de Renda 2019: Caiu na malha fina, e agora? 

Imagem IRPF

Professor da faculdade de Ciências Contábeis do UniMetrocamp I Wyden, Antônio Moreiro Franco Junior, explica o que fazer quando o status da declaração alega “com pendências”

 

As consultas ao quarto lote de restituição do Imposto de Renda 2019 já foram disponibilizadas e o contribuinte que ainda não apareceu em nenhum desses lotes deve ficar atento ao status da sua declaração. Ainda que a Receita Federal não tenha aberto todas as consultas, é possível checar se a declaração ficou retida para verificação, ou, como é conhecida popularmente, se caiu na malha fina. Para ajudar os contribuintes a entenderem esse processo, o professor da faculdade de Ciências Contábeis do UniMetrocamp I Wyden, Antônio Moreira Franco Júnior, explica que o primeiro passo é realizar a consulta online. 

 

“Para consultar, basta acessar o e-CAC, Centro Virtual de Atendimento da Receita Federal. Porém, para acessar o extrato do IR é necessário possuir um certificado digital ou gerar um código de acesso, informando o CPF, data de nascimento, os números dos recibos de entrega das declarações de 2019 e 2018, e uma senha”, comenta o professor.

 

Assim, de acordo com o professor, se o status da declaração estiver marcando “com pendências” significa que o contribuinte caiu na malha  fina.. Neste caso, ele pontua que é necessário identificar qual é o erro e enviar uma declaração retificadora antes da convocação oficial, para evitar o pagamento da multa. 

 

“O cidadão poderá enviar quantas retificações forem necessárias, dentro do prazo máximo de cinco anos, mas não poderá alterar o modelo da declaração, do “desconto simplificado” para “deduções legais”, ou vice-versa. Entretanto, vale ressaltar que a Receita Federal poderá questionar o motivo da retificação”, afirma Moreira.

 

O contribuinte que ainda tiver dúvidas ou precisar de ajuda para elaborar a declaração retificadora, pode procurar o Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal (NAF) do UniMetrocamp I Wyden, que está preparado para auxiliá-lo. O atendimento é gratuito. Basta comparecer ao campus, localizado na Rua Dr. Sales de Oliveira, 1661, Vila Industrial, com a declaração original, e demais informações para gerar o código do e-CAC. A unidade funciona de segunda a sexta-feira, com exceção das quintas-feiras, no horário das 16h00 às 18h00.

Além disso, o NAF também presta outros serviços à comunidade, tais como: inscrição e baixa de MEI, bem como a entrega da Declaração Anual do MEI (DASN SIMEI); auxílio no preenchimento do Relatório Mensal de Receitas Brutas; consulta à situação cadastral do contribuinte; emissão de certidões negativas de pessoa física e pessoa jurídica; agendamento online de atendimento presencial na Receita Federal e auxílio na inscrição e regularização de CPF etc.

 

Conheça os cursos de Gestão e Negócios clicando aqui

Relacionadas