Engenharia Mecânica: versatilidade de atuação profissional

Laboratórios de Engenharia da Metrocamp

Achava que a Engenharia Mecânica se limitava às indústrias? A versatilidade da área está diretamente ligada à oferta de uma boa formação acadêmica – do contrário, fica fácil encontrar um mercado de trabalho saturado. Quanto mais expertise tem o profissional, ainda durante a graduação, mais amplo se torna o seu leque de atuação. Confira, com os professores Dr. Guilherme Bezzon e Me. Andrei Bavaresco Rezende, da Metrocamp, as possibilidades e as tendências de funções que o engenheiro mecânico pode exercer:

 A Engenharia Mecânica está presente no cotidiano há muitos anos, em maior escala a partir da utilização de mecanismos de tração animal, humana, de água e de vento. Passou a ser reconhecida como uma profissão em 1847, com o início da Revolução Industrial, a qual impulsionou o amplo desenvolvimento de máquinas e de ferramentas. Apesar de ser um dos ramos da Engenharia mais antigos e tradicionais, muitos ainda não sabem exatamente o que faz um engenheiro mecânico, sendo muitas vezes associado apenas como uma profissão restrita à atuação no ramo automotivo. Entretanto, é pouco sabido que tal profissional é considerado o mais versátil de todos os ramos da Engenharia.

Com uma formação de qualidade, o engenheiro mecânico estará apto a desenvolver, projetar e supervisionar a produção de máquinas, mecanismos, equipamentos, meios de transporte, sistemas de aquecimento, ar-condicionado, modernas fábricas e usinas para geração de energia e ferramentas específicas da indústria mecânica. Esse profissional está envolvido também com o desenvolvimento e o uso de novos materiais e de novas tecnologias assistidas por computador, além da otimização de sistemas e de estruturas metálicas utilizadas em sistemas prediais.

Pouco conhecido, esses profissionais também atuam em áreas que vão além da industrial, como a comercial e de vendas técnicas, em função de seus conhecimentos especializados atuando diretamente na comercialização e no suporte aos clientes, em bancos, corretoras de ações e no setor financeiro em geral, devido sua bagagem em matemática e cálculos. É um profissional que tem a capacidade de liderar equipes de pessoas que executem funções bem diferentes, além de ter potencial para se tornar um empreendedor e atuar de forma autônoma, prestando assessoria a empresas, por exemplo.

O setor de energia absorve tais profissionais para diversas funções, como usinas geradoras de eletricidade, nas quais são criados e implantados mecanismos para armazenar e distribuir a energia gerada por sistemas, que vão de nucleares e geotérmicos à solares e eólicos. Na exploração de petróleo, há presença representativa no desenvolvimento de máquinas e equipamentos para perfuração de poços, transporte do óleo e de gás natural.

Causa grande espanto este profissional estar inserido na área de biociências, realizando assessoria a hospitais, clínicas e laboratórios, também atuando em parceria no desenvolvimento de projetos de próteses biomecânicas, ergonomia e reabilitação.

Como visto, diversas áreas absorvem engenheiros mecânicos, entretanto, a atuação em ramos tão múltiplos, como as possibilidades citadas, requer profissionais bem preparados em sua formação durante a vida acadêmica. Visando a essa preparação, a Metrocamp possui à disposição de seus alunos modernos laboratórios, nos quais, em conjunto com os professores, os alunos desenvolvem projetos em diferentes áreas de atuação, como de energia, fluido-térmicas, materiais, processos de fabricação, projeto mecânico, manutenção industrial, gestão da produção e qualidade, inovação e gestão de pessoas.

Vale destacar a aquisição de equipamentos para o novo laboratório de materiais, processos de fabricação e manufatura, composto por um centro de usinagem CNC totalmente automatizado, modernos torno e fresadora, bancadas de ferramentaria, ensaios de caracterização de materiais e tratamentos térmicos. Todo esse investimento possibilita aos alunos estarem em contato com o que há de moderno na indústria já no seu período acadêmico, ressaltando o compromisso da Metrocamp com a capacitação de seus alunos.

Uma ideia que aproveita bem as ferramentas da Instituição e agrega conhecimento aos alunos é o Projeto Baja, no qual os alunos projetam e constroem, em equipe, todos componentes de um veículo monoposto, testando-o e analisando seu comportamento em corrida, para, assim, obterem um produto estruturado o bastante para participar da competição nacional, promovida pela SAE Brasil. Para o desenvolvimento, os alunos contam com o apoio dos professores, de todos modernos e equipados laboratórios, bem como da instituição de ensino – além de aprenderem a trabalhar em grupo, o que tem se tornado de grande importância no mercado de trabalho.

O mundo, atualmente, está em grande evolução tecnológica, e é de extrema importância que os profissionais de engenharia estejam em constante aperfeiçoamento, a fim de acompanhar e de atuar em mundo cada vez mais complexo e exigente. A Metrocamp apoia e fomenta o conhecimento científico e a produção acadêmica, conheça os projetos que nossos alunos desenvolvem e acompanhe nossa programação de eventos. Dúvidas? Entre em contato conosco.

 

 

Relacionadas