Professor reforça debate sobre Direitos Humanos na DeVry | Faci

Davi Silva é professor e administra, na DeVry | Faci, as funções administrati­vas e acadêmicas. Com menos de um ano de casa, Davi acumula, além da coordenação de um dos cursos mais demandados da instituição, a participação efe­tiva, seja como idealizador, seja como gerencia­dor, em projetos que trazem um diferencial para a DeVry | Faci.

Dentre eles, estão o OAB Now, que estipula um calendário extra de até 16 aulas de três horas cada direcionadas a alunos que estão na iminência de realizar o Exame de Or­dem. Iniciado no semestre passado, o projeto já faz a diferença no dia a dia dos universitários em sala de aula. “Além de mais preparados, a gente percebe eles mais motivados em fazer parte de uma comunidade”, avalia Davi.

Pela Clínica de Direitos Humanos (DH), cujo primeiro edital de se­leção deve ser aberto ainda nes­te semestre, o objetivo é promover a qualifica­ção profissional e a prática em DH para alunos da graduação e pós da faculdade. “A intenção é capacitá-los a identificar casos paradigmáticos de violação dos Direitos Humanos e realizar pes­quisas acadêmicas que possam gerar a produ­ção de dissertações, artigos científicos e mono­grafias”, adianta o coordenador.

E finalmente pelo Projeto Conquistar, ao qual Davi credita o Prof. Nizomar Tourinho Jr. pela ide­alização, ele resume todo o trabalho em uma única palavra: pragmatismo. A ideia é preparar os estudantes de Direito para a aprovação nos estágios oferecidos pelos grandes órgãos públicos municipais, estaduais e federais.

Davi concluiu o dou­torado em Filosofia pela Universidade Fe­deral de Santa Catari­na (UFSC), depois de estagiar na Goethe University Frankfurt, na capital alemã: “O que queremos é ocupar. Onde houver a melhor ou as melhores vagas, estará pelo menos um aluno DeVry. Esse é um compromisso inegociável".

Relacionadas

Alunos Chamberlain