Debate de Psicologia suscita reflexões sobre o Dia do Trabalhador

Debate de Psicologia suscita reflexões sobre o Dia do Trabalhador

Maio é mês de relembrar a importância da reivindicação por melhores condições de trabalho. A reflexão, iniciada em 1886, em meio à indsutrialização da cidade de Chicago, nos Estados Unidos, perpetuou-se de forma que, a cada ano, marchas e demais ações acontecem no dia 1º com o intuito de reforçar os direitos trabalhistas.

Endossando a reflexão sobre o Dia Internacional do Trabalhador, no dia 3 de maio, o curso de Psicologia do UniFanor | Wyden, em parceria com o Núcleo de Trabalho da Universidade Federal do Ceará (NUTRA), trouxe para o debate o tema "precarização laboral e trabalho reprodutivo". Convidando professores, pesquisadores e alunos para pensar e discutir o assunto.

Participaram do momento a professora Ma. Glaucia Rebeca Oliveira e as pesquisadoras Eveline Nogueira, Vaneska Timbó e Mariana Martins. Para Glaucia, o momento despertou a reflexão sobre a temática, trazendo-a para a realidade: "o evento foi bastante relevante para pensarmos sobre as condições profissionais nos dias atuais e possibilitarmos ricas experiências em pesquisas sobre os ambientes de trabalho.", destaca a docente.

Para Juliana Damasceno, aluna de Psicologia do UniFanor, o debate proporcionou uma relevante troca de conhecimento acadêmico, fato que auxilia também na busca por soluções: "as pesquisas apresentadas traziam vários estudos de casos, aproximando-nos das realidades. Outro ponto que achei interessante foi essa ponte entre instituições acadêmicas. Conseguimos ver o que está sendo produzido.", ressalta a estudante.

Atividades e produções extraclasse para uma formação cada vez mais 360: conheça o que alunos e professores UniFanor | Wyden têm feito e participado - clique aqui. 

Relacionadas

alunos produzem campanha